Tempo




Quando meu filho mais velho tinha uns três anos levou um DVD para assistir com os amiguinhos da creche. À noite perguntei se haviam assistido e ele falou: “a tia disse que vamos assistir amanhã.” No dia seguinte eu quis saber: “Assistiram o filminho hoje filho?”, a resposta foi ótima: “Não mamãe, a tia falou que a gente ia assistir amanhã e hoje não é amanhã!” Acabaram vendo no dia seguinte, mas eu nem perguntei mais nada com medo de dar um nó na cabecinha dele, ou na minha!  Coisinha difícil explicar o tempo! Afinal de contas: “O hoje é o amanhã de ontem!” E é muito legal a forma como as crianças pequenas se expressam: tudo que já aconteceu - não importa se foi há um ano ou semana passada - foi ontem! E tudo que ainda vai acontecer - seja quando for - vai ser amanhã! Só existe ontem, hoje e amanhã. Não deixam de ter razão de certa forma!   Mas nós, os crescidinhos, também temos bastante dificuldade em definir o tempo. Minha única certeza é que raramente ele é suficiente! Especialmente após me tornar mãe tenho percebido que tudo passa rápido demais! Anteontem eles eram bebês aprendendo a andar e amanhã já vão para a faculdade! O professor catedrático de física e tecnologia, Doutor em Engenharia, Werner Gitt diz que: “Nenhuma pessoa consegue fornecer uma interpretação verdadeiramente satisfatória sobre o tempo.  Se quisermos algo mais profundo e com validade permanente, precisamos perguntar Àquele que criou o tempo. Muitos autores concordam com a ideia de que o tempo não existiu desde sempre. O tempo existe somente a partir da Criação do mundo. O tempo foi criado junto com o espaço e a matéria. Em consequência, precisamos nos dirigir ao Criador se quisermos saber mais do que é possível transmitir através de instrumentos físicos de medição.”¹ Então, vamos ver o que o Criador nos fala, através de Sua Palavra, sobre o tempo:



- O total do nosso tempo, a nossa vida deste lado da eternidade, é limitado: “Visto que os seus dias estão determinados, contigo está o número dos seus meses; e tu lhe puseste limites, e não passará além deles.” Jó 14:5  - Deus não está preso ao tempo como nós: “de eternidade a eternidade, tu és Deus.” Salmos 90:2; nem a alguma forma de medi-lo: “Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia.” 2 Pedro 3:8 - Há um tempo certo para todas as coisas: “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.” Eclesiastes 3:1 - Deus tem o controle do tempo: “O meu futuro está nas tuas mãos; livra-me dos meus inimigos e daqueles que me perseguem.” Salmos 31:15 - Não devemos nos preocupar com o futuro: “Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal." Mateus 6:34 Este último conceito é bem difícil, mas também muito libertador! Simplesmente não se preocupar com o futuro! Veja que a Bíblia não diz para não se organizar nem planejar, mas para que os pensamentos sobre o que poderá acontecer não tomem toda a nossa mente a ponto de nos roubar a paz. Devemos lembrar sempre que Deus está no controle de todas as coisas, e Ele pode nos conceder sabedoria, força e direção para os desafios de cada dia.





Há algumas maneiras de aproveitar melhor o tempo para que possamos curtir mais nossa família:Orar: pedindo diariamente sabedoria e direção do Senhor. - Definir prioridades: é importante, diante de Deus e à luz da Sua Palavra, definir quem nós somos e qual é a nossa missão. A Bíblia nos diz para buscar primeiro o reino de Deus (Mateus 6:33) e essa busca vai muito além de frequentar alguma igreja, na verdade significa ter um relacionamento pessoal com Nosso Criador e obedecê-lo. Em segundo lugar em nossas vidas vem a família: cônjuge e filhos, e também o cuidado com o lar em que vivemos (Tito 2:4-5). Tudo mais vem depois!² Inverter nossas prioridades, gastando muitas horas e energia com o que é secundário, além de ser um mau uso do tempo, nos deixa estressados e com a sensação de que não estamos dando conta. - Adiar o que pode ser adiado: há um tempo certo para todas as coisas (Eclesiastes 3) e nem tudo precisa ser feito agora. Vale a pena analisar bem nossas escolhas e compromissos, talvez a faculdade, o mestrado ou aquele curso de gastronomia possam esperar para quando as crianças estiverem maiores. - Reduzir o que pode ser reduzido: com a sabedoria dada por Deus podemos simplesmente dizer não para várias coisas que não estão entre nossas prioridades. Outras distrações podem e, por vezes, precisam ser reduzidas, por exemplo redes sociais ou o tempo gasto com a televisão. Com a ajuda do Senhor eu controlo as telas, mas, se não vigiar, são elas que me controlam! Quando isso acontece eu passo a viver em função de cliques, visualizações e curtidas. Vamos remir o tempo: “Tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, aproveitando ao máximo cada oportunidade, porque os dias são maus.” Efésios 5:15,16. - Usar nosso tempo para ser benção: Quando gastamos tempo demais só com nossos interesses a sensação de vazio é enorme! Mas quando aproveitamos a dádiva de mais um dia de vida para ser benção para outras pessoas, ah é bom demais! “Portanto, enquanto temos oportunidade, façamos o bem a todos, especialmente aos da família da fé.” Gálatas 6:10 - Lembrar que o descanso é importante: foi instituído por Deus para nos abençoar! Precisamos descansar! Se você anda meio irritadiço, com dificuldades de concentração ou memória é porque não está descansando o mínimo que seu corpo precisa. É preciso analisar a rotina diária e fazer algum ajuste. Não é fácil, mas vale a pena! - Aproveitar cada minutinho antes que seus bebês casem ou vão estudar em outro estado ou país! E como é bom sentar com eles para brincar de bonecas, carrinhos ou jogos! Mas tantas vezes nos frustramos por não conseguir esse tempo específico de brincadeiras. Nada de desânimo! Pense em quantos momentos do dia você está com seu filho. Vale a hora do banho, hora das refeições, hora de dormir, ida ou volta da escola, natação, balé, médico, dentista... Vamos aproveitar esses momentos em que já estamos juntos para conversar, saber como foi o dia, contar piadas e ensinar um versículo. Podemos também fazer as atividades rotineiras de um jeito mais divertido e nos alegrar na companhia dos nossos pequenos! Incluí-los nas tarefas domésticas também é uma ótima ideia, porque além de ensiná-los a serem úteis estaremos trabalhando juntos, estimulando a união familiar! Jesus disse: “eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.” João 10:10. Que promessa preciosa! Que o Senhor nos ajude a usarmos o tempo da forma mais proveitosa possível! Como ensina o Dr. Weiner Gitt “O tempo nas mãos de Deus evitará que os nossos anos sejam desperdiçados”³ Que a nossa oração a cada amanhecer seja: “Senhor como queres que eu viva este dia? “Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios”. Salmos 90:12

____________________________________

1 Werner Gitt, O tempo e a eternidade, Actual edições, 2014, pág.32

2 Elizabeth George, Uma mãe segundo o coração de Deus, Hagnos, 2006, pág. 205 

3 Werner Gitt, O tempo e a eternidade, Actual edições, 2014, p.81 

4 Elizabeth George, A Sabedoria de Deus na vida da mulher, CPAD, 2004, pág. 41

Precisa de oração? Deixei seu pedido aqui abaixo!

© 2020 Projeto Mente Renovada.

Orgulhosamente desenvolvido por creisconsultoria.com

creis logo.webp