Honra teu pai e tua mãe!




“Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa; para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra” (Efésios 6:1-3).


“Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá” (Êxodo 20:12).


Um dos mandamentos dados por Deus ao povo de Israel, também mencionado no Novo Testamento, é o dever de honrar os pais, cuja observância nos garante a promessa da longevidade e boa vida aqui na terra.


Honrar os pais significa respeitar, reverenciar e demonstrar alta estima e consideração. Honrar aos pais é como honrar ao próprio de Deus, que os investiu de autoridade para criar e educar os filhos.


Jesus nos deixou o exemplo da obediência a seus pais terrenos e a Deus:


“Então foi com eles para Nazaré, e era-lhes obediente. Sua mãe, porém, guardava todas essas coisas em seu coração. Jesus ia crescendo em sabedoria, estatura e graça diante de Deus e dos homens” (Lucas 2:51,52).


“E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres” (Mateus 26:39).


É certo que a maioria dos pais ama seus filhos e suas determinações são voltadas para a proteção e seu bem-estar. Por isso, a obediência aos pais evita muitos problemas e sofrimentos.


Mas, como é possível honrar os pais cruéis, que agridem, praguejam, abusam e maltratam seus filhos?


Nesses casos, há um grande desafio para os que buscam seguir os ensinamentos do Senhor.


A violência e os abusos cometidos pelos pais estão fora dos planos de Deus para a família e os filhos que sofrem dessas mazelas devem orar ao Senhor e clamar pela vida de seus pais.


Busque manter sempre um diálogo respeitoso, sem agressões e contra-ataques e, se preciso for, distancie-se para evitar um sofrimento maior. Mas, em todo tempo, ore por eles, e entregue suas vidas nas mãos de Deus e os perdoe não permitindo que a dor e o ressentimento causem feridas que permaneçam em seu coração.


Lembre-se que os pais são imperfeitos, sujeitos à falhas assim como qualquer ser humano e os erros dos pais também ensinam os filhos que passam agir de modo diferente e melhor em relação às próximas gerações.


Infelizmente, vemos filhos seguindo seus pais num caminho contrário à vontade de Deus.

Pais incrédulos ou afastados do Senhor não guiam seus filhos no caminho direito e acabam contribuindo para o seu mau comportamento sendo também responsáveis pelas consequências advindas das suas más escolhas.


Quando os pais se voltam às práticas contrárias à Palavra de Deus, os filhos devem admoestá-los para que endireitem seus caminhos sem jamais compactuar com eles, uma vez que importa mais obedecer ao Senhor do que aos homens (Atos 5:29).


“Eu disse aos filhos deles no deserto: Não sigam as normas dos seus pais nem obedeçam às leis deles nem se contaminem com os seus ídolos. Eu sou o Senhor, o seu Deus; ajam conforme os meus decretos e tenham o cuidado de guardar as minhas leis.” (Ezequiel 20:18-19).



Não ridicularize, zombe ou maltrate seus pais.



Acompanhamos uma geração de filhos rebeldes que, cada vez mais, se opõem aos seus pais e se mostram obstinados a tapar seus ouvidos para não atentarem aos seus conselhos. A Bíblia revela que a desobediência aos pais estará presente nos últimos dias:


“Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos” (2 Timóteo 3:2).


Mas Deus nos deixou o mandamento de honrar os pais, o qual foi mantido no tempo da graça para que o observássemos com diligência.


Portanto, não zombe nem ridicularize seus pais expondo-os ao ridículo e menosprezo. Também não exponha suas vergonhas e não fale mal deles.


“Os olhos que zombam do pai, ou desprezam a obediência à mãe, corvos do ribeiro os arrancarão e os filhotes da águia os comerão” (Provérbios 30:17).


“Se você amaldiçoar os seus pais, a sua vida terminará como uma lâmpada que se apaga na escuridão” (Provérbios 20:20).



Cuidado com os Pais



Quando crianças, os filhos são cuidados pelos pais e devem a eles assistência e apoio quando passam para vida adulta. Os filhos têm obrigações de afeto, amparo e cuidado em relação aos seus pais e, fazendo assim, estarão também servindo e glorificando a Deus.


“Ora, se alguém não tem cuidado dos seus e especialmente dos da própria casa, tem negado a fé e é pior do que o descrente" (1 Timóteo 5:3-4, 8).


Honrar os pais nem sempre é fácil, mas os filhos que se dispõem a obedecer ao mandamento do Senhor, certamente verão a Sua intervenção dissipando as trevas em meio aos conflitos, iras e desentendimentos na família.


O desejo de Deus para honrar os pais não está condicionado ao fato deles serem bons ou estarem sempre certos. Deus mesmo provou seu amor por nós pelo fato de Cristo ter morrido, sendo nós ainda pecadores e, assim, devemos manifestar o amor pelos nossos pais, ainda que falhem conosco.


Amar e honrar aos pais é o primeiro mandamento com promessa e muitos filhos vivem mal por desonrarem seus pais. Agora que você conheceu a Palavra de Deus, ainda há tempo para mudar, para pedir perdão e perdoar. Que possamos andar em amor e na prática de boas obras para as quais o Senhor preparou para que andássemos!


Honre seus pais e desfrute de uma vida longa e abençoada!


Deus o (a) abençoe!


Precisa de oração? Deixei seu pedido aqui abaixo!

© 2020 Projeto Mente Renovada.

Orgulhosamente desenvolvido por creisconsultoria.com

creis logo.webp