Dedique-se à oração!




O QUE É ORAR?

Orar é apresentar-se a Deus, conversar com Ele, invocando o Seu nome. A oração foi instituída pelo Senhor para que seus filhos se relacionassem com Ele. No início da criação, Deus falava face a face com o homem e não deixou de se comunicar mesmo após o pecado, usando diversos meios, inclusive anjos, profetas e, principalmente, através de Seu filho Jesus Cristo. 

Pelas Escrituras, conhecemos o que Deus quis revelar a toda a humanidade e a nossa comunicação com Ele se dá através da oração.

Muitas dúvidas surgem a respeito da oração. Será que Deus ouve as orações? Qual a sua importância, com que frequência e de que modo devemos orar? Vamos nos debruçar um pouco sobre alguns aspectos importantes da oração que consiste na disciplina espiritual fundamental da vida cristã.

QUEM PODE ORAR?

“Ó tu que ouves a oração, a ti virão todos os homens”(Salmos 65:2).

A Bíblia nos ensina que Deus não faz acepção de pessoas e convida a todos para o buscarem, a fim de que desfrutem de intimidade com Ele e cheguem ao pleno conhecimento da verdade.

“Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador, O qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade” (1 Timóteo 2.3-4).

A QUEM DEVEMOS ORAR?

A Bíblia revela que há um só Deus (1 Timóteo 2:5). Mesmo sendo um só, Deus também se revela distintamente em três pessoas divinas: Pai, Filho e Espírito Santo (2 Coríntios 13:14).

O filho de Deus enquanto esteve na terra orou e nos trouxe um modelo de oração, dirigida ao Deus Pai:

"Portanto, orai vós deste modo: Pai nosso que estás nos céus..." (Mateus 6:9). 

Nosso Salvador mostrou-nos que o Senhor é Deus Todo-Poderoso, Criador deste mundo e também o nosso Pai. Podemos nos achegar a Ele como filhos diante de um pai amoroso e misericordioso.

O Espírito Santo também exerce um papel importante na oração porque nos ajuda a orar como convém, em harmonia à vontade de Deus. 

"E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique conosco para sempre; o Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conhecereis , porque habita conosco e estará em vos" (João 14:16-17). 

Quando alguém recebe o evangelho e crê em Jesus Cristo é salvo e selado com o Espírito Santo:

“Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa”(Efésios 1:13).

A Bíblia revela que o Espírito Santo nos auxilia na terra, enquanto que Jesus intercede por nós no céu.  Ele nos ajuda a levar ao Senhor as mais profundas necessidades em gemidos inexprimíveis:

"Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis" (Romanos 8:26).

Equivocadamente, alguns acreditam que a oração também pode ser elevada aos espíritos de mortos, anjos de guarda, santos ou a qualquer elemento da natureza como agentes de intercessão e favorecimento. Tais orações não possuem fundamento bíblico e, portanto, não devem existir no meio cristão. Isto porque na oração rendemos reverência, exaltação, além de pedidos e louvores. Mas a Palavra de Deus é clara e diz que somente Deus é digno de ser glorificado:

“Eu sou o Senhor; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor às imagens de escultura” (Isaías 42:8).

A Bíblia nega possibilidade de múltiplos intercessores entre Deus e os homens e afirma que Cristo é o único mediador, intercessor e advogado, que se coloca entre nós e o Pai (Romanos 8:33,34).

“Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.” (1 Timóteo 2:5).

Neste aspecto, vemos Jesus ensinando a orarmos ao Pai em Seu Nome:

“E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho” (João 14:13-14).

COM QUE FREQUÊNCIA DEVEMOS ORAR?

O Senhor Jesus nos ensinou a orar sempre, em todos os momentos e nunca esmorecer (Lucas 18:1). Ele viveu em oração e deixou seu exemplo para que façamos o mesmo.

"Naqueles dias, retirou-se para o monte, a fim de orar, e passou a noite orando a Deus" (Lucas 6:12).

“Mas Ele retirou-se para o deserto para orar” (Lucas 5:16).

A ORAÇÃO DEVE SER SUBMETIDA À VONTADE DE DEUS

Nossas orações devem santificar o nome do Deus que habita no lugar santo, dando-lhe a devida honra, glórias e louvor!

“A ti, ó Deus, glorificamos, a ti damos louvor, pois o teu nome está perto, as tuas maravilhas o declaram” (Salmos 75:1).

Além disso, os pedidos que levamos a Deus devem estar alinhados à Sua vontade, como Jesus disse:

“Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu...” (Mateus 6:9-13).

Antes de buscarmos a Deus em oração, é importante examinarmos a nossas motivações e como temos conduzimos a vida, porque o Senhor repudia o mal e não se agrada daqueles que oram e não se dispõem a obedecer à Sua Palavra:

“Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve” (1 João 5:14).

“Porque os olhos do Senhor estão sobre os justos e os seus ouvidos estão atentos à sua oração, mas a face do Senhor está contra os que praticam o mal” (1 Pedro 3:12).

A partir do momento em que você rejeita, se recusa a conhecer e desvia os seus ouvidos de ouvir a Palavra de Deus, vã será a sua oração perante o Senhor.

“O que desvia os ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração será abominável" (Provérbios 28:9).

HUMILDADE E SINCERIDADE

A oração deve ser sincera e feita com humildade, sem a preocupação com o uso de palavras rebuscadas. Pode ser feita em secreto (prioritariamente) ou em público, tendo neste caso, a advertência de Cristo quanto ao orgulho de agradar aos homens. Aquele que busca impressionar os outros em suas orações fazendo delas um meio para a própria exaltação, já recebeu a sua recompensa, isto é, a honraria apenas daqueles que as ouviram publicamente.  

“E, quando orardes, não sereis como os hipócritas; porque gostam de orar em pé nas sinagogas e nos cantos das praças, para serem vistos dos homens. Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa. Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará” (Mateus 6:5).

VÃS REPETIÇÕES

“E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque Deus, o vosso Pai, sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais.” (Mateus 6:7-8)

PERDOAR ANTES DE ORAR

A oração envolve a busca do perdão divino em relação aos pecados cometidos e pressupõe a liberação do nosso perdão em favor daqueles que nos ofenderam.  Se não perdoarmos os nossos ofensores, Deus não nos perdoará e teremos orações sem respostas.

"E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas. Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará as vossas ofensas." (Marcos 11:25-26).

ORAÇÃO E FÉ 

Fé e oração andam juntas. Qualquer disciplina espiritual feita em incredulidade não surtirá efeito.

“E não conseguiu fazer ali nenhum milagre, a não ser impor as mãos a uns poucos doentes. Ele se admirava da incredulidade deles” (Marcos 6,5).

A verdadeira fé envolve mais do que saber que Deus existe. É crer que Ele nos ama, ouve as orações e intervirá segundo o Seu propósito, no Seu tempo e ao Seu modo, para o nosso bem.

“Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.”(Hebreus 11:6).

A fé genuína produz a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos:

"Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco" (Marcos 11:24).

PERSEVERANÇA

Além da fé, é preciso perseverar na oração, permanecer firme, ainda que não estejamos vendo o resultado almejado. A perseverança é a condição daqueles que não desistem e prosseguem lutando, sem esmorecer. A Bíblia nos exorta a orar continuamente e perseverar em oração:

“Pedi, e vos será concedido; buscai, e encontrareis; batei, e a porta será aberta para vós.  Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e a quem bate, se lhe abrirá”(Mateus 7:7-8).

DEDIQUE-SE À ORAÇÃO!

A oração é um recurso eficaz divinamente instituído a fim de que pudéssemos nos relacionar e desfrutar da maravilhosa intimidade com o nosso Pai.

Segundo as Escrituras, somente a Deus podemos orar porque somente Ele é digno de adoração e tem o poder absoluto para atender às nossas orações.

Aprendemos que Jesus Cristo é o nosso intercessor e afiançou conceder respostas aos que orassem ao Pai em seu Nome. Para tanto, temos o auxílio do Espírito Santo que nos ajuda a orar como convém alinhando nossas súplicas à vontade de Deus.

A oração nos conecta a Deus e nos transforma a cada encontro em que nos regozijamos na Sua presença. É um ato de adoração e quebrantamento, de humilhação e sinceridade. Na oração buscamos ser perdoados, à medida em que arrependidos reconhecemos as nossas falhas e também propicia a chance de liberarmos perdão aos que falharam conosco, do mesmo modo como somos perdoados pelo Senhor.

A oração é o caminho para a manifestação extraordinária de Deus em nosso meio, promovendo comunhão, cura, restauração, libertação, suprimento de necessidades, milagres e a salvação dos perdidos. Derrame-se na presença de Deus, dedique-se a uma vida contínua de oração e beneficie-se desta poderosa disciplina espiritual fundamental para a vida cristã!

“Na sua aflição, clamaram ao Senhor, e ele os tirou da tribulação em que se encontravam. Reduziu a tempestade a uma brisa e serenou as ondas. As ondas sossegaram, eles se alegraram, e Deus os guiou ao porto almejado” (Salmos 107:28-30).

Precisa de oração? Deixei seu pedido aqui abaixo!

© 2020 Projeto Mente Renovada.

Orgulhosamente desenvolvido por creisconsultoria.com

creis logo.webp