Quem tem Ouvidos, Ouça...




Todos têm ouvidos, mas nem todos ouvem. Isto porque, mais do que escutar o som das vozes, ouvir significa dar atenção ao que se ouve.


Em muitas passagens da Bíblia encontramos essa frase: "quem tem ouvidos ouça". O Senhor Jesus Cristo valia-se desse recurso de linguagem em seus ensinos, a fim de que as multidões, que o seguiam, fossem de fato movidas pela mensagem que lhes era anunciada. Leia Mateus 13:9; Marcos 4:1-3 e Lucas 14:35.


Escutar sem ouvir tem sido um problema desde o princípio do mundo. A humanidade deixou de dar ouvidos à voz de Deus e atraiu sobre si grande sofrimento. Encontramos este registro no primeiro livro da Bíblia, em Gênesis.


Após criar tudo o que existe com perfeição e beleza, Deus formou o homem, à Sua imagem e semelhança e confiou-lhe o domínio de toda a criação. Colocado no Jardim do Éden, o ser humano mantinha plena comunhão com o Senhor e nada lhe faltava. No entanto, Deus o advertiu: “De toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás” (Gn 2:16-17). Tentado por Satanás a não dar ouvidos à voz de Deus, o homem se rebelou e sobre ele adveio não apenas a morte física, mas a separação da comunhão plena que desfrutava com Deus.


O pecado entrou no mundo quando o homem deixou de dar ouvidos a Deus e optou por viver independente da sua única fonte de satisfação e de vida eterna. A incidência do pecado afetou as gerações seguintes e todos foram contaminados e sujeitos à condenação de separação eterna do Espírito de Deus (Romanos 3:23).


Antes do homem ter assinado a sua própria sentença de morte, Deus já havia, estabelecido um plano para salvá-lo, através da entrega de Seu único Filho, que daria a sua vida em lugar dos pecadores (1 Pe 1:18-20).


A principal mensagem de Jesus foi anunciar que a morte eterna pode ser revertida, em favor de qualquer pessoa, não importa quantos pecados tenha cometido, por mais hediondos que sejam. O mesmo vale para os que se julgam bons, porque jamais poderiam salvar a si mesmos do salário de um só pecado.


A salvação está em Jesus. Pela graciosa vontade de Deus Pai, Jesus, o Filho de Deus “se esvaziou” de sua glória e se tornou um ser humano. Caminhou entre nós, venceu as tentações e jamais pecou. Na cruz, se entregou como sacrifício puro e recebeu sobre si a punição pelos pecados do mundo, pondo fim a ira de Deus contra o pecado de todo aquele que nEle deposita a sua fé. “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.” Romanos 6:23


A fé em Jesus Cristo como Senhor e Salvador é a única condição para a salvação e ela vem somente quando ouvimos a Palavra de Deus (Romanos 10:17). Por isso, Jesus enviou seus discípulos para pregarem o Evangelho a toda a criatura, a fim de que todos ouçam as Boas Novas! Marcos 16.15


A pregação do Evangelho foi o meio escolhido pelo Senhor para permitir que todo aquele que ouvir a mensagem possa responder com fé e ser salvo. Alguns, continuarão a viver em rebeldia e incredulidade, sem se importar com o conhecimento de Deus e da Sua vontade. Mas aqueles que derem ouvidos à voz do Senhor, poderão ser perdoados de seus pecados e reconciliados com Deus.


Essa mensagem precisa ser ouvida hoje atentamente, porque Deus nos ama e deseja que todos os homens, e em todo o lugar, venham ao conhecimento da verdade, se arrependam de seus pecados (Atos 17:30) e sejam salvos (1 Timóteo 2:4), pela fé em Seu Filho: “crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo (Atos 16:31).


“ Dai ouvidos à minha voz, e eu serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo; andai em todo o caminho que eu vos mandar, para que vos vá bem." Jeremias 7.23