Mais do que Máscaras!



O ano que passou foi tão diferente, não é mesmo? Nossas vidas mudaram tanto! Deixamos de fazer várias coisas, como passear e visitar os parentes, e passamos a adotar atitudes que nem imaginávamos que um dia seriam necessárias: usar máscara por exemplo!


Os mais precavidos a procuraram primeiro, e, com o tempo, se tornou obrigatória e passou a ser encontrada em diversos modelos, com cores e estampas variadas.


A máscara facial, algo essencial em tempos de pandemia, vem com a promessa de proteção contra o vírus que pode estar presente nas gotículas expelidas ao falar, tossir ou espirrar. Afinal, ao nos aproximarmos para conversar com alguém, não sabemos se essa pessoa está ou não contaminada. Na verdade, nem podemos fazer afirmações dessa natureza sobre nós mesmos, pois é possível estar sem sintomas aparentes. Nos resguardamos e protegemos o próximo dessas possibilidades, sem ter certeza de nada!


Mas há algo que certamente ocorre com muita frequência quando abrimos a boca: nós pecamos!


Seja contra Deus com: murmurações, ressentimentos, soberba ou altivez. Seja contra outras pessoas com: ofensas, acusações, ira ou fofocas. Certo é que, dificilmente se passa um dia inteiro, sem que tenhamos deixado escapar por nossos lábios, ainda que devidamente mascarados, algo que não devíamos ter falado.


Assim como temos cuidado da saúde e da higiene precisamos estar atentos às palavras que proferimos.


Ah! Como é triste reconhecer que, em geral, as pessoas que mais ofendemos ou magoamos com palavras ferinas são as mais próximas, aquelas que deveriam receber sempre o melhor de nós.


Na Bíblia, no livro de Tiago, lemos que:


“...ninguém ainda foi capaz de dominar a língua. Ela é má, cheia de veneno mortal, e ninguém a pode controlar” (Tiago 4:8).


O Senhor Jesus aprofundou a questão ao declarar que “a boca fala do que o coração está cheio” (Mateus 12:34). É tudo uma questão do que está em nosso coração!


Em sua oração o salmista nos mostra que existe uma ótima forma de cuidar do falar, certamente uma proteção muito mais eficiente do que máscaras de três camadas!


“Coloca, Senhor, uma guarda à minha boca; vigia a porta de meus lábios.” (Salmo 141:3)


O mesmo versículo na versão da Nova Tradução na Linguagem de Hoje está assim:


"Ó Senhor, controla a minha boca e não me deixes falar o que não devo!"


Louvado seja o Senhor Deus Todo Poderoso! Somente Ele tem poder para transformar nossos corações e perdoar os pecados nos dando a salvação através da morte e ressurreição de Jesus!


“Porque, se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo” (Romanos 10:9).


E ele mesmo pode controlar nosso falar e nos capacitar com sabedoria se lhe pedirmos, pois: “(...), se alguém tem falta de sabedoria, peça a Deus, e Ele a dará porque é generoso e dá com bondade a todos” (Tiago 1:5).


Que Deus transforme o nosso falar para que seja sempre como o de Provérbios 16:24:


“As palavras bondosas são como o mel: doces para o paladar e boas para a saúde"


Precisa de oração? Deixei seu pedido aqui abaixo!

© 2020 Projeto Mente Renovada.

Orgulhosamente desenvolvido por creisconsultoria.com

creis logo.webp