Paz nos Lares


PROJETO MENTE RENOVADA



Já observaram como que em casa onde há mais de uma criança é certo: vira e mexe tem uma briguinha?!

Bem, na verdade, seria mais honesto dizer que "em casa onde há mais de uma PESSOA é certo: vira e mexe tem uma briguinha!" Porque adultos também discutem e se desentendem, não é verdade?!

Aos nossos olhos as briguinhas infantis são por motivos bobos e desnecessários, aquelas implicâncias típicas dos irmãos ou a clássica disputa pelos brinquedos. É incrível como numa hora o pobre do brinquedo está abandonado num canto e, de um segundo pro outro, ao toque de uma mãozinha, se torna o objeto mais desejado de todos os tempos!!!

As discussões dos adultos, por outro lado, são por motivos mais importantes, mas muitas vezes também têm consequências mais sérias; os alarmantes índices de divórcios e, pior, de violência doméstica estão aí para provar isso.

Lá em casa, quando começa uma discussão entre os pequenos, eu às vezes fico só escutando, para ver se conseguem chegar a um acordo sozinhos. Porém, em muitas situações é necessário intervir para separá-los por um tempo ou colocá-los sentadinhos de frente um pro outro.

Mas creio que não é suficiente apenas separar brigas ou colocar de castigo o suposto vilãozinho daquela situação específica. É preciso ir além e aprofundar a questão, como faz a Bíblia:

“De onde vêm as lutas e as brigas entre vocês? Elas vêm dos maus desejos que estão sempre lutando dentro de vocês.” Tiago 4:1

É sempre uma questão do nosso coração pecaminoso, desejoso de fazer a sua vontade custe o que custar.

E se olharmos para as discussões dos adultos veremos que a raiz do problema é a mesma:

- "Eu estou certa e o outro está errado."

- "Eu preciso disso (seja um objeto ou um favor) agora e ele(a) tem que me atender!"

- "A minha necessidade é muito mais importante e urgente que essa bobagem que ele(a) está exigindo!"

PROJETO MENTE RENOVADA


Li certa vez que devemos questionar as crianças que estão disputando algo da seguinte forma: "o que é mais importante: aquele objeto ou o irmão/amigo/primo?" Sempre faço essa pergunta aos meus filhos, destacando que pessoas é que são importantes de verdade, e não os objetos.

Sei que, como adultos, também precisamos refletir sobre isso: será que é tão importante ganhar todas as discussões e deixar pelo caminho corações partidos, pessoas queridas magoadas, relacionamentos destruídos?

Se olharmos para trás podemos contar dezenas - talvez centenas - de desentendimentos que tivemos, dos mais bobos aos mais exaltados, por motivos que hoje não fazem mais a menor diferença!

Precisamos viver o que ensina a Palavra de Deus:

“Façam todo o possível para viver em paz com todos.” Romanos 12:18

“Que ninguém procure somente os seus próprios interesses, mas também os dos outros.” Filipenses 2:4

Este último texto bíblico prossegue demonstrando que o próprio Senhor Jesus esvaziou-se dos seus direitos e veio a este mundo tomando a forma de homem para ser o nosso Salvador, observe:

"Tenham entre vocês o mesmo modo de pensar que Cristo Jesus tinha: Ele tinha a natureza de Deus, mas não tentou ficar igual a Deus. Pelo contrário, ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se assim igual aos seres humanos. E, vivendo a vida comum de um ser humano, ele foi humilde e obedeceu a Deus até a morte — morte de cruz. Por isso Deus deu a Jesus a mais alta honra e pôs nele o nome que é o mais importante de todos os nomes" Filipenses 2: 5-9.



Listo aqui algumas ideias práticas para termos mais união e harmonia nos nossos lares:

💛 Lembrar que aquela pessoa é importante para você!

💛 Refletir se daqui a 5 anos a decisão sobre esse assunto terá feito alguma diferença na sua vida.

💛Treinar e manter um tom de voz amável com as pessoas de casa, observe como tantas vezes conseguimos nos controlar para ter paciência e sermos amigáveis com vizinhos, colegas e amigos. Isso prova que somos capazes de fazer o mesmo com aqueles que são mais importantes ainda para nós!

💛Dedicar tempo para estar junto, pode ser em um passeio ou em casa mesmo, conversando, brincando, rindo. Enfim, colocar como atividade imprescindível do dia ou da semana momentos em que se possa curtir a companhia dos filhos, cônjuges, irmãos, pais, da família! 

💛Adiar o debate quando perceber que os ânimos estão exaltados, no meio de uma discussão, em geral o melhor é se calar e se acalmar, afinal desse jeito cada um só está tratando de defender seu ponto de vista sem ouvir o outro. Com certeza o assunto será melhor resolvido quando todos estiverem calmos. 

💛 Colocar-se no lugar do outro, tentando imaginar como está se sentindo, olhar a situação por outro ângulo pode ajudar muito! 

💛 Respeitar, afinal essa pessoa é importante para você! Ouça com atenção e responda com calma pensando sempre em como gosta de ser tratado.

💛 Evite ou elimine o álcool da sua vida, já que vários estudos e pesquisas comprovam que a maioria dos casos de violência doméstica estão associados ao consumo de bebidas alcoólicas.

Que o Deus nos ajude a seguir o exemplo do Senhor Jesus, que nos ama tanto a ponto de sacrificar a própria vida, e que possamos manter um clima de amor, união e respeito em nossos lares!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Postagens mais visitadas

Entre em Contato Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Total de visualizações de página